Guaratinguetá alerta sobre necessidade do combate à dengue

Devido às recentes avaliações da Vigilância Epidemiológica sobre o grau de infestação do mosquito Aedes Aegypti em Guaratinguetá, a Secretaria de Saúde reforça para que as ações de prevenção sejam redobradas para a diminuição de casos positivos de arboviroses.

Com Índice de Breteau (IB) mais recente, foi possível extrair a informação de que a cada 100 imóveis visitados, há aproximadamente quatro recipientes positivos com larvas de Aedes Aegypti. O Índice de Infestação Predial (IIP), o qual expressa a relação de imóveis positivos para larvas de Aedes, a cada 100 imóveis visitados, aproximadamente três possuem larvas do mosquito. Logo, é importante o trabalho constante de prevenção para impedir a ocorrência.

A Vigilância Epidemiológica realiza diversos trabalhos para conter o avanço, como o serviço realizado pelos Agentes de Endemias que é crucial para avaliar, bloquear e controlar os casos suspeitos e positivos de arboviroses. Além de visitar os imóveis para orientar e eliminar os possíveis criadouros, acompanham os casos suspeitos que são testados nas unidades de saúde e fazem a Análise de Densidade Larvária trimestralmente.

Você também deve se prevenir em casa, saiba como:

➡️Faça uso de repelente sempre;
➡️Em caso de sintomas similares aos da dengue, febre amarela, chikungunya e zika vírus, procure a unidade de saúde mais próxima;
➡️Deixe as portas e janelas fechadas, principalmente nos períodos do nascer e do pôr do sol;
➡️Mantenha o terreno de casa sempre limpo e livre de materiais ou entulhos que possam ser criadouros;
➡️Mantenha lixeiras tampadas, entre outros.

Combater o mosquito da Dengue é crucial para que todos ao seu redor vivam saudáveis!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content