Guaratinguetá supera a meta do IDEB nos anos iniciais e tem o melhor resultado em 9 anos

10/09/18
A educação é uma das prioridades desta gestão, sendo assim, o Ensino Municipal de Guaratinguetá superou a barreira dos 6 pontos, obtendo a nota 6,3 no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) 2017 nos anos iniciais. A meta estabelecida era de de 6,2 pontos e desde 2009 a rede municipal não superava a meta estipulada pelo MEC. Além disso, das 39 cidades do Vale do Paraíba, Guaratinguetá figura entre 10 cidades que mais cresceram em relação ao IDEB de 2015 (0,5 pontos).
Este avanço se deu pelas medidas adotadas pela Secretaria Municipal da Educação. Houve uma análise da rede, bem como foi contratada a assessoria do INEC e adquirido através de licitação o material Aprova Brasil da Editora Moderna. Além disso, o foco do trabalho foi a competência de ler bem tanto a linguagem matemática quanto a língua portuguesa, com ações pedagógicas em todas as disciplinas. Também foi realizado estudo dos descritores com menor índices de acertos em cada escola, formulando questões, estudo da matriz de referência com descritores de português e matemática.
Nos anos finais, embora a nota de aprendizado de 5,43 esteja próxima à meta estabelecida pelo MEC de 5,6, houve queda no fluxo, o que indica que mais alunos estão fora da série adequada ou abandonaram a escola. A nota final do município foi de 4,7, abaixo da meta, fato que se repete desde 2011. A rede municipal segue a tendência de todo o Estado de São Paulo, que enfrenta os mesmos problemas de fluxo e aprendizagem.
Sendo assim, para 2019, o trabalho continua, com o desafio de manter os bons resultados obtidos nos anos iniciais e de alcançar as metas nos anos finais.

Skip to content