Ralos são maiores criadouros de dengue em Guaratinguetá aponto estudos

10/11/2020

Um estudo realizado pela vigilância epidemiológica constatou que os ralos são os maiores criadouros de dengue em Guaratinguetá. A avaliação de densidade larvária foi concluída no mês de outubro e tem por objetivo identificar os criadouros e elaborar ações efetivas de combate ao Aedes aegypti transmissores de doenças.

Esse estudo trás um alerta e evidencia que o principal problema está dentro das residências, por isso é fundamental a participação e parceria entre população e agentes de combate a endemias no controle e erradicação do mosquito na cidade.

Faça sua parte! Tele ralos dentro e fora de sua residência para impedir a proliferação de mosquitos e outros animais peçonhentos, não deixe água parada em nenhum local, evite o acúmulo de materiais inservíveis e entulhos, coloque areia em vasos de plantas.

Para eliminar os focos e combater os mosquitos a mobilização e parceria é a solução!

Skip to content