Nota técnica de esclarecimento – Secretária Municipal de Saúde

10/02/2021

A Secretaria Municipal de Saúde vem prestar esclarecimentos referente à informação veiculada junto às redes sociais de que um idoso, morador de uma instituição de longa permanência do Município de Guaratinguetá, teria falecido por suspeita de evento adverso após tomar a primeira dose da vacina Coronavac fornecida pelo Governo Federal a todos os município do país.

Após tomarmos conhecimento da veiculação dessa informação, iniciamos a apuração dos fatos através de equipe técnica desta Secretaria, onde ficou constatado que o idoso mencionado na publicação havia sido hospitalizado apresentando sintomas de contaminação pelo vírus COVID-19, segundo diagnóstico médico, e o mesmo ocorreu com outros idosos da mesma instituição.

Durante a investigação também recebemos informações de que funcionários da Instituição estavam afastados por suspeita de contaminação pelo COVID-19, sendo que já foi possível constatar que 3 (três) dos funcionários afastados testaram positivo recentemente, o que possibilitou estabelecer uma linha do tempo de contágio e vínculo epidemiológico e consequentemente resultou na abertura de um registro de surto por COVID-19 na referida Instituição.

Diante do resultado positivo de RT-PCR deste paciente que veio a óbito, o evento adverso pela vacina foi descartado, pois caso fosse reação vacinal não haveria presença de vírus na amostra coletada, uma vez que a vacina Coronavac é inativada e não pode causar a doença coronavírus.

Por fim, esclareceremos que o efeito protetivo da vacina se dá a partir de 30 dias após a segunda dose.

Skip to content